Will Power vence pela 3ª vez a Indy 300 em São Paulo

85 0


Não tem para ninguém. Will Power deixou novamente os adversários comendo fumaça e conquistou pela terceira vez seguida a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé neste domingo, no Anhembi. O australiano da Penske liderou, praticamente, de ponta a ponta e agora abriu ainda mais vantagem na ponta do campeonato.

Os brasileiros fizeram uma excelente corrida. Durante a prova, o grid chegou a ficar com Castroneves em 4º, Barrichello em quinto e Kanaan em sexto. Bia Figueiredo também fez bonito. Levantou o público com duas belas ultrapassagens e frequentou a quinta posição.

No entanto, novamente, a sorte não foi para o quarteto verde-amarelo. No fim da prova, Bia e Kanaan se envolveram em uma batida com oito pilotos no S do Samba e terminaram, respectivamente, em 13º e 20º.

Castroneves, que largou em 18º, foi o melhor brasileiro no grid com a quarta colocação. Barrichello ficou em décimo. A surpresa ficou por conta de Takuma Sato, que largou em 25º e terminou em terceiro. Ryan Hunter-Reay foi o segundo colocado.

A corrida

Após o warm up debaixo de chuva, a largada para a etapa paulista começou com pista seca. Com isso, as primeiras colocações foram mantidas nas primeiras voltas.

Os brasileiros mais bem colocados no grid, Tony Kanaan e Rubens Barrichello optaram por começar com os pneus mais macios, mas não conseguiram subir no grid.

As primeiras alterações aconteceram na volta 19, quando começaram a cair as primeiras gotas de chuva do céu. Na sequência, Katherine Legge bateu no muro, mas conseguiu chegar nos boxes.

A primeira batida e bandeira amarela, de fato, aconteceu na 22ª volta, quando o piloto Ryan Briscoe bateu no muro. Will Power seguiu na liderança na relargada.

Enquanto isso, os brasileiros começavam a reagir. Castroneves, que optou por parar nos boxes antes dos demais, já era o quarto colocado. Barrichello era o quinto; Kanaan o 6º e Bia Figueiredo a 19ª.

Dario Franchitti, que vinha em terceiro, foi tocado no S do Samba e voltou em nono lugar. Nova bandeira amarela. Na volta, Kanaan saltou para a quarta colocação, ultrapassando os dois brasileiros. Bia também se recuperou e subiu para a sétima colocação.

Simona de Silvestro e Joseph Newgarden bateram na sequência e houve nova parada. Helinho aproveitou para ir aos boxes e retornou na décima colocação.

Power seguiu na liderança, com Hunter-Reay em segundo lugar e Scott Dixon em terceiro. Kanaan e Barrichello seguiram em quarto e quinto lugares.

Os carros começaram a ir para os boxes e Helio Castroneves assumiu a liderança, seguido por Hinchcliffe e Marco Andretti. Mas durou duas voltas. O brasileiro foi a pit lane pela terceira vez trocar pneu e retornou na sexta colocação, logo à frente de Barrichello.

Power retomou a liderança, com Hunter-Reay em segundo e o supreendente Takuma Sato em terceiro. A 13 voltas do fim, Newgarden e Carpenter rodaram e a prova teve nova bandeira amarela. Barrichello e Bia aproveitaram para ir aos boxes fazer a última troca.

Logo após a bandeira verde, oito carros bateram no S do Samba, entre eles os brasileiros Tony Kanaan, que vinha em 16º, e Bia Figueiredo, em 17º. Nova parada. Na relargada, Will Power segurou Hunter-Reay e garantiu o tri em São Paulo.

RESULTADO FINAL DA SÃO PAULO INDY 300

1º – Will Power (AUS) Penske – 75 voltas
2º – Ryan-Hunter Reay (EUA) Andretti – a 0s9045
3º – Takuma Sato (JAP) Rahal Letterman Lanigan – a 2s3905
4º – Helio Castroneves (BRA) Penske – a a 4s5489
5º – Dario Franchitti (GBR) Ganassi – a 5s1722
6º – James Hinchcliffe (CAN) Andretti – a 6s3615
7º – JR Hildebrand (EUA) Panther – a 8s3764
8º – Charlie Kimball (EUA) Ganassi – a 8s5905
9º – EJ Viso (VEN) KV – a 10s3449
10º – Rubens Barrichello (BRA) KV – a 10s8477
11º – Oriol Servia (ESP) Dragon – a 24s4771
12º – Simon Pagenaud (FRA) Schmidt Hamilton – a uma volta
13º – Tony Kanaan (BRA) KV – a uma volta
14º – Marco Andretti (EUA) Andretti – a uma volta
15º – James Jakes (GBR) Dale Coyne – a uma volta
16º – Graham Rahal (EUA) Ganassi – a uma volta
17º – Scott Dixon (NZL) Ganassi – a uma volta
18º – Sebastien Bourdais (FRA) Dragon – a uma volta
19º – Mike Conway (GBR) Foyt – a duas voltas
20º – Bia Figueiredo (BRA) Andretti – a duas voltas
21º – Ed Carpenter (EUA) Ed Carpenter – a três voltas
22º – Justin Wilson (GBR) Dale Coyne – a nove voltas/acidente
23º – Josef Newgarden (EUA) Sarah Fisher – a 14 voltas/acidente
24º – Simona de Silvestro (SUI) HVM – a 47 voltas/acidente
25º – Ryan Briscoe (AUS) Penske – a 54 voltas/acidente
26º – Katherine Legge (GBR) Dragon – a 55 voltas/acidente