Tite faz convocação da seleção; veja quem ainda sonha com Copa

9 0

Treinador anunciará lista de 23 convocados às 14h. Há dúvidas em todos os setores

*Rodrigo Caio, Fagner, Taison e Giuliano mantêm esperanças (Mowa Press/Getty Images)

O técnico Tite revelará nesta segunda-feira, a partir das 14h, na sede da CBF, no Rio, os nomes dos 23 jogadores que representarão a seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia. O treinador não poderá contar com Daniel Alves, que sofreu uma grave lesão no joelho e não se recuperará a tempo de atuar no torneio, que começa em 14 de junho. Mas as dúvidas na lista não se limitam à lateral-direita: em todos os setores, há atletas sonhando com vaga.
Confira quem já está garantido e quem ainda tem esperanças:
Garantidos:
Alisson (Roma), Ederson (Manchester City), Marquinhos (PSG), Thiago Silva (PSG), Miranda (Inter de Milão), Marcelo (Real Madrid), Casemiro (Real Madrid), Paulinho (Barcelona), Renato Augusto (Beijing Guoan), Fernadinho (Manchester City), Phillipe Coutinho (Barcelona), Willian (Chelsea), Neymar (PSG) Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool).
Brigam por vaga:
Goleiros: Neto (Valencia), Cássio (Corinthians), Marcelo Grohe (Grêmio)
De todos os candidatos a terceiro goleiro, apenas Cássio atuou com Tite, uma única vez pela seleção – e, claro, durante vários anos no Corinthians. A boa fase no clube paulista o coloca como favorito na disputa, mas Neto também vive boa fase no Valencia e foi chamado nos últimos amistosos. Grohe, do Grêmio, é outro jogador que agrada Tite e comissão técnica. A palavra do ex-goleiro Taffarel, o preparador de goleiros, terá grande peso na disputa.
Laterais: Fagner (Corinthians), Rafinha (Bayern de Munique), Danilo (Manchester City), Filipe Luís (Atlético de Madri), Alex Sandro (Juventus)

Lesões recentes encheram a cabeça do técnico Tite de dúvidas neste setor. Para a vaga de Daniel Alves, Fagner é o favorito por ter sido mais vezes convocado e ter sua confiança desde os tempos de Corinthians, mas se recupera de um estiramento na coxa. Os concorrentes tem a seu a favor a forte competitividade das ligas europeias: Danilo foi campeão inglês no City, mas passou boa parte da temporada na reserva ou fora de posição (foi lateral-esquerdo e até zagueiro no time de Pqp Guardiola). Rafinha tem a experiência como trunfo, mas também vem atuando na esquerda. Do outro lado, Filipe Luís e Alex Sandro perderam os últimos testes, contra Rússia e Alemanha, por lesão, mas estão recuperados. O jogador do Atlético de Madri foi mais vezes convocado e é muito admirado pelo treinador por sua conduta.

Zagueiros: Geromel (Grêmio), Rodrigo Caio (São Paulo), Gil (Shandong Luneng)
O gremista é, disparado, quem vive o melhor momento, mas foi o menos testado por Tite, o que ainda deixa dúvidas no setor.
Meio-campistas: Fred (Shakhtar Donestsk), Anderson Talisca (Besiktas), Rodriguinho (Corinthians), Arthur (Grêmio), Giuliano (Fenerbahce)
A disputa neste setor parece a mais aberta e de difícil previsão. Fred foi bastante elogiado pela comissão nos treinos e análises de jogos do Shakhtar, o que o coloca com certo favoritismo. A evolução do gremista Arthur também o transforma em alternativa a Renato Augusto, que não vive grande momento. Caso Tite opte por um meia mais ofensivo, Giuliano e Rodriguinho, ambos em alta em seus clubes, ganham esperança. O jogador do Fernerbahce foi o mais testado por Tite entre os candidatos; perdeu espaço, mas retomou a confiança na Turquia, onde vem atuando mais perto do gol.
Atacantes: Douglas Costa (Juventus), Taison (Shakhtar Donetsk), Willian José (Real Sociedad)
Douglas Costa agradou nos últimos amistosos e é o favorito. É possível, porém, que Tite abra mão de um meia para convocar mais um atacante. Willian José só foi chamado uma vez e nem sequer atuou, mas tem chances por ser o único centroavante mais fixo e alto e viver bom momento na Espanha.
Correm por fora
Jemerson (Monaco), Fabinho (Monaco), Luan (Grêmio), Diego (Flamengo) , Lucas Lima (Palmeiras), Diego Souza (São Paulo)
Todos já foram testados, mas não brilharam ou vivem momento irregular em seus clubes. No caso de Luan, o craque do campeão da América, decepcionou Tite em treinamentos e análises de grandes jogos. Devem ficar na lista de suplentes.

Deixe seu comentário

Related Post