Tiroteio entre policiais da Rota e suspeitos deixa seis mortos em SP

209 0
Policiais da Rota

Do G1 SP

 

Segundo a PM, 14 pessoas de grupo que age nos presídios faziam reunião.
Quadrilha pretendia libertar um preso em São Paulo.
Seis homens morreram após uma troca de tiros com policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota) no estacionamento de um bar na Penha, Zona Leste de São Paulo, na noite desta segunda-feira (28).
Segundo a PM, 14 pessoas supostamente ligadas a uma quadrilha que atua nos presídios paulistas estavam reunidas no bar para combinar a libertação de um preso. Os suspeitos estavam na parte de trás do bar, onde fica o estacionamento. Eles não desconfiaram, entretanto, que policiais da Rota sabiam dos planos – eles foram avisados por uma denúncia anônima.
O preso que seria alvo do plano de resgate está no Centro de Detenção Provisória do Belém, a 6 km do bar. Os policiais foram avisados e cercaram a área – eles disseram que foram recebidos a tiros e revidaram. Cinco homens conseguiram fugir, um homem e duas mulheres foram presos e seis foram baleados. Os feridos morreram durante atendimento médico em um hospital da região.
Com o grupo, a PM apreendeu três carros, quatro coletes a prova de balas, sete tijolos de maconha e outros seis tijolos de cocaína, R$ 3 mil em dinheiro e oito armas – das quais quatro de uso restrito.