Suspeito de matar homem e raptar ex-mulher pode ter fugido para o Paraguai

389 0
No detalhe: Roberto e Larícia

Investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apontam que José Antônio de Assis, principal suspeito de matar Roberto Lemos dos Santos, de 50 anos,  na tarde deste sábado, 29, em Cuiabá, pode ter fugido para o Paraguai.

Após executar a tiros Roberto no pátio de um posto de combustíveis instalado na rua Miranda Reis, ele raptou a sua ex-companheira, Larícia Melhorança Reyes, que presenciou a morte do atual namorado.  A mulher ainda permanece desaparecida.

Imagens  divulgadas pela Polícia Civil, obtidas do circuito de segurança do posto onde o crime foi consumado, mostram o momento em que José chega ao local em um Fluence, de cor preta e executa Roberto.
Segundo o vídeo, José estaciona o Fluence impedindo a saída do carro de Roberto (uma picape Strada). Na sequência, ele abre a porta do passageiro da picape e dispara contra Roberto, que era o condutor. Pouco depois, ele arrasta Laricia (que estava no banco do passageiro) para o interior do seu automóvel. Pela gravação, que dura pouco mais de um minuto, é possível perceber que o autor dos crimes estava aguardando o casal.

O suspeito

A cena foi presenciada por diversas pessoas que estavam no posto de combustível. Conforme a Polícia Civil, foram recolhidas do local três cápsulas de pistola calibre 380. O material foi encaminhado para perícia criminal.

Abalado, o irmão de Roberto esteve na cena do crime e informou que há pelo menos 30 dias ele vinha recebendo ameaças de morte em decorrência do relacionamento que mantinha com Laricia.

Holler Box
Holler Box