banner

Sindicato Rural pede instalação de uma unidade do Corpo de Bombeiros em Canarana

629 0

Preocupados com o número de ocorrências de incêndios, o Sindicato Rural de Canarana em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente do município realizaram uma reunião para alinhar estratégias de combate, prevenção e controle de incêndios florestais em fazendas, assim como deliberar sobre algumas reivindicações, como a instalação de uma unidade do Corpo de Bombeiros Militar.


De acordo com o presidente do Sindicato Rural, Alex Wisch, no município não tem Corpo de Bombeiros. Os bombeiros que atendem as demandas se revezam entre Canarana e Nova Xavantina. Wisch falou também da deficiência de equipamentos. Os militares se deslocam de Nova Xavantina, cerca de 186 km de Canarana. “Normalmente o comando de Nova Xavantina disponibiliza dois homens, um soldado, um tenente ou comandante, e uma caminhonete com alguns tambores de água em cima. Fazem rodízios, de 15 em 15 dias”, explicou o presidente do sindicato, Alex Wisch.
Para Alex Wisch, Canarana precisa urgentemente de uma unidade do Corpo de Bombeiros, tendo em vista os altos índices de afogamento e acidentes na MT-020 que faz ligação com a MT-130, ligando Paranatinga. O município está entre dois Parques Nacionais Indígenas, o Xingu e Xavantes, onde ocorrem com frequência diversos focos de incêndio que acabam alastrando do parque para as lavouras.
Por iniciativa da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Canarana, a cidade conta atualmente com uma brigada mista de combate a incêndios, composta por cidadãos da comunidade local que, inclusive, participaram da reunião.
O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Charles Juliano Visconti, também falou da necessidade de equipamentos básicos de combate a incêndios na área rural e urbana, tais como abafadores, bombas costais e diversos equipamentos de proteção individual para combater o fogo.
Segundo os produtores que participaram do encontro, é assustador o aumento do número dos incêndios que vem acontecendo na região e atingindo as propriedades rurais. Os colaboradores das fazendas não estão preparados para enfrentar este tipo de situação.
Para contribuir com a administração pública da região, o sindicato rural está sensibilizando o setor produtivo para os cuidados básicos dentro da propriedade, como também levando conhecimentos e treinamentos de combate a incêndios florestais. O presidente sugeriu também para os produtores adquirirem alguns materiais de prevenção e combate ao fogo recomendados pelos Bombeiros.
Alex salientou o grande interesse do sindicato em colaborar com a prevenção a incêndios florestais. “Nós do sindicato e os produtores rurais da região vamos fazer a nossa parte, entretanto precisamos que o Estado se sensibilize e atenda as nossas reivindicações e traga para Canarana, urgentemente, uma unidade do Corpo de Bombeiros”, reforçou Alex.
O presidente Alex agradeceu toda a equipe da brigada mista que esteve presente, ao secretário municipal Charles Juliano pela parceria e o apoio do Corpo de Bombeiros de Nova Xavantina que não mede esforços para atender o município, mesmo com a pouca estrutura que é oferecida, assim como a todos os produtores e participantes.
Finalizando, Alex chamou a atenção de todos: “Cada um deve fazer a sua parte, diante dos grandes números de incêndios que estão ocorrendo e que todos nós somos responsáveis pela conservação e preservação da fauna, flora existente, inclusive podendo responder criminalmente por um fogo que adentre em nossas propriedades”, alertou.
O encontro aconteceu na sede do Sindicato Rural de Canarana, na primeira quinzena de agosto.
Ascom Famato

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of