Servidores da Saúde dão ultimato no governo e prometem greve para dia 24 de dezembro

85 0

Do: Olhar Direto

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Os servidores públicos da Saúde aprovaram em assembleia realizada na tarde desta terça-feira (18) indicativo de greve e deram um ultimato no Governo do Estado: se não houver pagamento integral da folha salarial de novembro até a próxima sexta-feira, dia 21, a categoria irá cruzar os braços na véspera de Natal, dia 24 de dezembro, pouco antes do fim da gestão Pedro Taques (PSDB).

O Governo do Estado já foi notificado do resultado da assembleia deliberativa do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (Sisma). Em protocolo entregue ao Paiaguás, o sindicato justifica que o pagamento tinha de ser realizado até o dia 10 de dezembro. “Até a presente data não se realizo, em total desrespeito ao artigo 147 da Constituição do Estado de Mato Grosso”, argumenta.

O Sisma sustenta ainda que a medida extrema se faz necessária diante do “caos” que se instalou na vida dos servidores que estão sendo submetidos ao pagamento de juros e encargos pelo atraso no pagamento de suas contas, acumulando prejuízos financeiros.

Uma nova assembleia está marcada para o próximo dia 24. Também está sendo feito um trabalho de mobilização dos servidores públicos para nova reunião a partir de 11 de janeiro de 2019, caso não haja pagamento dos salários de dezembro até o próximo dia 10.

No último dia 7, o servidor público do Executivo acordou com a notícia de que o Governo iria escalonar a folha salarial referente o mês de novembro. Somente aposentados, pensionistas e servidores da ativa que recebem até R$ 6 mil receberam no último dia 10. O pagamento do restante do salário foi condicionado à transferência do FEX ao Estado.

Holler Box
Holler Box