Sem chances, Serys “empurra” Jairo para disputa interna com vereador

63 0

Fonte:RDNews
Preocupada com o estrago e prejuízo que causou ao PT nas eleições de 2010 por conta de brigas e divergências sobre candidaturas majoritárias do partido com o ex-deputado federal Carlos Abicalil, a ex-senadora Serys Marly, desistiu do embate visando à sucessão municipal em Cuiabá. Como percebeu que não teria a mínima chance de ser aprovada nas prévias, Serys empurrou para a disputa o seu ex-assessor e militante histórico, Jairo Rocha, da Articulação de Esquerda do partido. A corrente juntamente com o Movimento do PT, com o apoio da Mensagem ao Partido, até pouco tempo defendia o nome da ex-senadora.
   O registro de Jairo feito na tarde desta quinta (26) serve apenas para marcar posição. Ao que tudo indica a maioria dos 5,7 mil filiados vai aprovar, na prévia que será realizada em 20 de maio, o nome de Lúdio para concorrer ao Palácio Alencastro. O vereador, que passou o mandato em meio a polêmicas e concessões, se fortaleceu e até coaptou o apoio da Corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), liderada pelo secretário de Estado de Educação e membro da Executiva estadual do partido, Ságuas Moraes, por Alexandre César e pelo ex-deputado federal Carlos Abicalil.
   A candidatura própria de Lúdio surge dentro da tese de que quanto mais candidatos houver na corrida sucessória, maior é a chance de haver 2º turno. O quadro majoritário formado há 2 meses das convenções começa a se desenhar com 5 pré-candidatos em potencial, sendo eles os empresários Dorileo Leal, que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo PMDB e Mauro Mendes (PSB), além do deputado Guilherme Maluf (PSDB), Lúdio e o prefeito Chico Galindo