Santos vai jogar a decisão contra o Vélez em casa: Na Vila Belmiro

78 0
Estádio Urbano Caldeira na Vila Belmiro

 

Após reunião nesta sexta, diretoria atendeu ao pedido do elenco e confirmou duelo no estádio alvinegro no dia 24 de maio

Após a derrota por 1 a 0 diante do Vélez (ARG) na última quinta-feira, pelas quartas de final da Copa Santander Libertadores, a diretoria do Santos atendeu aos pedidos da comissão técnica e jogadores e se manifestou oficialmente onde será realizado o jogo de volta entre as equipes, marcado para o dia 24 de maio. Precisando reverter o resultado, o clube alvinegro confirmou o segundo duelo contra os argentinos na Vila Belmiro.
Após uma reunião e contabilização de votos, a diretoria alvinegra atendeu aos anseios do elenco santista e descartou a opção de atuar no Pacaembu, já que precisa do “Caldeirão alvinegro” para garantir a vaga para as semifinais da competição sul-americana.
– Fizemos uma votação e chegamos a uma conclusão. Atendendo a um pedido do Muricy Ramalho e jogadores, decidimos optar pela força da Vila Belmiro para garantir a vaga para a próxima fase – disse o vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues.
A diretoria, jogadores e comissão técnica apostam no estádio alvinegro por conta do ótimo retrospecto nesta temporada 2012. Até o momento, o Peixe sustenta 100% de aproveitamento, com oito vitórias, 28 gols marcados, tendo apenas um gol sofrido, entre jogos do Paulistão e Libertadores.
Para o próximo meio de semana, o Peixe precisa vencer de pelo menos 2 a 0. Apesar de aparentemente difícil, a equipe de Muricy Ramalho não tem muito com que temer nesta temporada. Nos quatro jogos com mando alvinegro na Libertadores, o time venceu por pelo menos o placar necessário para a classificação para a próxima fase.
Entre três partidas na Vila Belmiro e uma no Pacaembu, foram 15 gols anotados. No total, quatro vitórias: Internacional (3 a 1), Juan Aurich (2 a 0), The Strongest (2 a 0) e Bolívar (8 a 0).
Os jogadores e comissão técnica sabem da força do estádio alvinegro e já fizeram coro para o duelo em Santos logo após o término da partida. O técnico Muricy Ramalho e o craque Neymar apostam no Caldeirão, na próxima quinta, para reverter o resultado.
– Sempre respeito o lado econômico, mas dessa vez tem de ver o que é melhor para a equipe. A Vila é onde os jogadores se sentem melhor, a torcida pressiona e precisamos dela – disse o técnico.
– É claro que queremos jogar na Vila. Hoje não jogamos tão bem, nem sempre dá para jogar, mas podemos fazer uma grande partida no Brasil, pois nosso time é forte – declarou a Jóia.