Presidente da Aprosoja/MT visita prefeito Fábio em busca de apoio para a extinção do Fethab Milho

203 0

O presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT), Antônio Galvan, esteve em Campo Verde na manhã desta sexta-feira (24) visitando o prefeito Fábio Schroeter no Paço Municipal Prefeito Onescimo Prati.

Acompanhado pelo produtor rural e vice-presidente da Região Sul, Fernando Ferri, e pela coordenadora da Aprosoja/MT em Campo Verde, Raquel Malvina Schenkel Fancelli, Galvan pediu apoio ao prefeito para o movimento “Mato Grosso Forte – Quem paga imposto cobra resultado”, que pede a extinção do FETHAB Milho.

Galvan defende o fim da cobrança do tributo, cuja a arrecadação vai para conta única do Governo do Estado, por entender que os valores projetados para serem arrecadados com o Fethab Milho em todo o estado, em torno de R$ 170 milhões, contribuirá com a economia dos municípios.

“Se sobrar esse dinheiro na mão do produtor ele vai gastar internamente. Esse dinheiro tem que ser gasto no comércio local e não levado pelo Governo”, disse o presidente da Aprosoja/MT.

O prefeito Fábio Schroeter destacou a iniciativa da Aprosoja/MT e informou ao presidente Galvan que levará a reivindicação dos produtores ao governador Mauro Mendes. “Nós somos parceiros e entendemos que a Aprosoja faz um grande trabalho e está se colocando na discussão para tentar resolver os problemas da sociedade. É justo a gente levar essa reivindicação para que o Governador pense realmente sobre isso e possa chegar num entendimento”, disse ele.

O Fethab – Fundo Estadual de Transporte e Habitação, foi criado pelo ex-governador Dante de Oliveira para ser usado em obras de infraestrutura de transporte e incide sobre o algodão, gado, soja madeira e óleo diesel. Todo o valor arrecadado sobre a vendas das commodities vai para o Estado. Do imposto arrecadado com a comercialização do óleo diesel, 50% é destinado ao Estado e 50% aos municípios.

Holler Box
Holler Box