Prefeitura garante recursos para construção do abatedouro municipal

612 0

 

 

O prefeito Fábio Schroeter assinou no último dia 8 o contrato para a liberação de recursos para a construção de um abatedouro municipal em Campo Verde no valor de R$ 2,3 milhões que serão viabilizados pelo Governo Federal – por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – e foram garantidos através de uma emenda do senador Blairo Maggi, atendendo a uma solicitação do gestor municipal e do vereador Pedro Cambará.

O valor total da obra, que será construída em uma área adquirida pela Prefeitura a cerca de 5 quilômetros da cidade, com acesso pela MT-140, será de R$ 2,5 milhões, sendo que R$ 291 mil serão de contrapartida do Município.

Fábio Schroeter destacou que a construção do abatedouro municipal é aguardada há anos pela população e sua implantação, além de garantir mais qualidade às carnes comercializadas nos açougues e supermercados de Campo Verde, vai reduzir os custos para os produtores e comerciantes.

“Por não termos em nossa cidade um espaço adequado para o abate de bovinos, suínos e ovinos, os produtores acabam tendo um custo maior, principalmente com transporte, uma vez que os animais têm de ser abatidos em frigoríficos que muitas vezes ficam a mais de 100 quilômetros de distância”, observou. “E esse custo influencia no preço final da carne”, completou.

De acordo com estimativas feitas por quem atua no mercado da carne em Campo Verde, mensalmente são abatidos entre 700 e 800 bovinos para abastecer o mercado local, além de suínos e ovinos.

Dono de um supermercado na cidade, Deni Gueno vê inúmeras vantagens para os consumidores, comerciantes e produtores com a implantação de um abatedouro municipal, como a diminuição da sonegação fiscal e do abate clandestino; maior qualidade no produto final, redução do custo para os produtores e, consequentemente, diminuição do preço final da carne, além da geração de emprego e renda.

De acordo com a Secretaria de Planejamento, a previsão é que as obras do abatedouro municipal ainda levem pelo menos um ano para serem iniciadas. A pasta trabalha agora na elaboração dos projetos arquitetônicos e estruturais e no licenciamento da obra. Finalizadas essas etapas, será feita a licitação para a construção da planta.

Holler Box
Holler Box