Prefeita de Chapada decreta situação de emergência

183 0

Segundo Thelma de Oliveira, os serviços essenciais estão mentidos no município

*A prefeita de Chapada, Thelma de Oliveira, que decretou situação de emergência

Para garantir a continuidade dos serviços públicos essenciais e o abastecimento da cidade, a prefeitura de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira (PSDB), decretou na tarde desta segunda-feira (28), situação de emergência no município.

A prefeita também instituiu um Comitê de Gestão de Crise, formado por nove secretários e o chefe do Departamento Municipal de Proteção e Defesa Civil.

Durante toda a manhã de hoje, os membros do comitê estiveram reunidos com o representante da Defesa Civil do Estado, o Sargento Fontes, do Corpo de Bombeiros. O objetivo é tomar medidas preventivas para evitar os transtornos ocasionados pelo desabastecimento de produtos alimentícios, gás, combustível e outros.

A prefeita tranqüiliza a população quanto a continuidade dos serviços públicos até sexta-feira.

“As escolas e o transporte escolar vão funcionar, temos estoque de merenda, de insumos e medicamentos, vamos manter os serviços de ambulância, urgência e emergência”, disse Thelma.

Ela acrescentou que serão priorizadas as ações relativas às áreas de segurança, saúde, educação, assistência social, abastecimento de água e energia, controle sanitário, transporte público e de comunicação.

Os órgãos da Administração Pública Direta e Indireta vão implantar plano de racionalização de uso dos insumos, para garantir a continuidade das atividades essenciais.

Foi suspenso o atendimento externo no âmbito da Prefeitura Municipal de Chapada dos Guimarães nos dias 28, 29 e 30 de maio de 2018, com exceção dos serviços essenciais.

Holler Box
Holler Box