Publicado em : 08/10/17

Portão do Inferno será revitalizado e contará com passarelas suspensas




Do: Olhar Direto

Foto: Reprodução

 

O Portão do Inferno, localizado na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, será revitalizado para contemplação turística até o ano que vem. A ação é um esforço conjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a prefeitura de Chapada dos Guimarães. Ao todo, é esperado R$ 1,5 milhão de investimento na obra.

Segundo o secretário adjunto de Turismo, Luiz Carlos Nigro, o novo local será para contemplação dos turistas e contará com estacionamento para 40 veículos, além de passarelas suspensas de contemplação. Mais adiante, restaurantes podem ser instaladas na área, o que não é prioridade ainda.

Portão do Inferno, na rodovia Emanuel Pinheiro

“Quando pegamos a administração, não existia nada para aquela região do Portão do Inferno. Havia apenas conceitos, nada de projeto executivo ou estudo ambiental. Fizemos o primeiro estudo geológico da região. Depois, entregamos o trabalho para a AMM e ficou constatado o que pode e o que não pode ser feito”, disse o secretário ao Olhar Direto.

O projeto foi levado da Sedec para a AMM que fez o projeto e entregou para a prefeita Thelma de Oliveira (PSDB): “Pegamos o projeto e demos entrada no Ibama, junto com o estudo, para fazer o licenciamento ambiental. Estamos nesta fase. Também temos acordo com a Secretaria de Meio Ambiente para agilizar este processo”. Ao todo, devem ser investidos R$ 1,5 milhão na revitalização do local.

O secretário ainda alertou que as construções serão realizadas em um novo local. Isso porque o antigo, onde ficava uma pamonharia, é extremamente frágil e tem uma erosão grande: “Vamos conseguir fazer o ano que vem. Estamos bem otimistas. Nosso trabalho está muito bom e avançando, tanto aqui como no Mirante e também na Salgadeira”, finalizou Nigro.

O projeto de contemplação do Portão do Inferno conta com 1.460,96 m² de área construída, incluindo 245 m lineares de passarelas, seis áreas de contemplação, sendo uma delas em formato de arara, retratando com propriedade a beleza natural da região. A parte arquitetônica e os materiais escolhidos aproveitam ao máximo a paisagem natural, permitem a permeabilidade visual e geram um baixo impacto ambiental na área, uma vez que se encaixa com naturalidade na paisagem local, o que sempre foi um princípio norteador do projeto, o de interferir o mínimo possível na natureza e no ecossistema local, visando a sua sustentabilidade.

O local está fechado desde 2011 devido a riscos de desabamentos detectados por geólogos da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso). A reabertura faz parte do projeto do Governo do Estado em viabilizar a implantação de um corredor do Ecoturismo no Estado tendo como eixo principal Pantanal, Cuiabá, Chapada dos Guimarães e Nobres, a fim de promover o desenvolvimento econômico.

Deixe um comentário

Sobre autor

Assinar Site por Email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este Site e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Portão do Inferno será revitalizado e contará com passarelas suspensas