Ponte Preta vence e o Corinthians dá adeus a semifinal

248 0
Willian comemora o gol da Macaca

Timão frusta a Fiel no Pacaembu e perde por 3 a 2. Macaca espera aguarda agora o vencedor de Guarani e Palmeiras

Willian Magrão marca o primeiro gol na derrota do Corinthians, no Pacaembu (Foto: Miguel Schincariol) Deu o Alvinegro de Campinas! A Ponte Preta surpreendeu o Corinthians na tarde deste domingo, no Pacaembu, venceu por 3 a 2, e está na semifinal do Paulistão Chevrolet. A Macaca agora aguarda o vencedor da partida entre Guarani e Palmeiras.

A Ponte Preta pôs fim a série de oito vitórias consecutivas do Corinthians, que agora volta as atenções para a disputa da Copa Santander Libertadores, contra o Emelec, nas oitavas de final da competição.

A Macaca fez dois gols no primeiro tempo, com Willian Magrão e Roger. No segundo tempo, o Corinthians fez dois gols, com Willian e Alex, mas não conseguiu empatar a partida e levar a decisão para os pênaltis. O JOGO Dois gols no primeiro tempo foi pouco. A frase resume o primeiro tempo no Pacaembu. Gilson Kleina surpreendeu Tite e escalou Cicinho no lugar de Gerson e fez o Corinthians se perder no meio campo. Sem Chicão na zaga, Marquinhos e Leandro Castán assustavam.

Foram mostrados cinco cartões amarelos, todos para os jogadores da Ponte Preta, que cometiam mais faltas nos corintianos (17 contra 8). Porém, a marcação cirrada da Macaca se mostrou eficaz para iniciar os contra-ataques. E foi em um deles que a Ponte Preta chegou ao primeiro gol. Aos 12 minutos, Edenilson fez falta no meio campo e Willian Magrão foi para a cobrança. O zagueirão soltou o pé e contou com a falha de Julio Cesar, que parecia não acreditar que bola tinha entrado.

O Corinthians tentava pressionar os visitantes, porém, a Ponte Preta, em vantagem, recuava e não deixava espaços. Emerson, aos 23, fez boa jogada e rolou para Fábio Santos, que desperdiçou e mandou por cima do travessão de Bruno Fuso. Aos 34, a Ponte Preta, em mais um rápido contra-ataque, ampliou a vantagem. Uendel avançou pela esquerda e cruzou dentro da área. Roger se antecipou e deu um toque de pé esquerdo para encobrir o goleiro Julio Cesar. Um minuto depois, Ralf teve a chance de diminuir, mas errou o chute e o primeiro tempo terminou com a Macaca na frente do placar.

Na volta para a segunda etapa da decisão, Tite fez duas alterações e promoveu a entrada de Douglas e Alex, no lugar de Danilo e Jorge Henrique, respectivamente. E o Corinthians melhorou!

Logo aos 4 minutos, a bola sobrou para Emerson Sheik na grande área, que soltou o foguete. O goleiro Bruno Fuso, bem posicionado, fez a defesa com tranquilidade.

Em mais uma bela jogada com Sheik, desta vez pela esquerda, aos 20, Liedson não alcança o cruzamento dentro da pequena área e perde ótima chance de marcar o que seria o primeiro gol do Timão.

Com a superioridade em campo, não demorou para o Corinthians balançar a rede. Aos 29 minutos, Willian, que havia acabado de entrar no lugar de Marquinhos, recebeu o cruzamento pelo lado direito e bateu cruzado. Um golaço do princípe predestinado!

Após o gol corintiano, Gilson Kleina, técnico da Ponte Preta, foi expulso pelo árbitro Rodrigo Braghetto. Ele reclamou muito do gol do Timão, pois Renato Cajá estava caído no gramado e o jogo não havia sido paralisado. A Ponte Preta chegou ao terceiro gol com Rodrigo Pimpão, os 44, em um chute cruzado e saída antecipada de Julio Cesar. Na saída de bola, no minuto seguinte, o Corinthians marcou o segundo gol com um golaço de Alex, porém, que não foi suficiente para levar a decisão para os pênaltis.

Final de jogo: Ponte classificada

FICHA TÉCNICA CORINTHIANS 2 X 3 PONTE PRETA Local: Pacaembu, São Paulo (SP) Data/Hora: 22/04/2012 – às 16h (de Brasília) Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP) Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) Renda/ público:R$ 908.481,00/ 24.254 pagantes Cartões amarelos: Roger 22’/1T (PON); Renato Cajá 29’/1T (PON); Guilherme 29’/1T (PON); Cicinho 36’/1T (PON); Willian Magrão 37’/1T (PON); Ralf 08’/2T (COR); Liedson 15’/2T (COR); Bruno Fuso 25’/2T (PON) Cartões vermelhos: – GOLS: Willian Magrão 12’/1T (0-1); Roger 34’/1T (0-2); Willian 29’/2T (1-2); Rodrigo Pimpão 44’/2T (1-3); Alex 45’/2T (2-3)

CORINTHIANS: Julio Cesar; Edenílson, Marquinhos (Willian 18’/2T), Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Jorge Henrique (Alex 2T), Danilo (Douglas 2T) e Emerson Sheik; Liedson. Técnico: Tite

PONTEPRETA: Bruno Fuso; Guilherme, Ferron, Willian Magrão, Uendel; João Paulo, Cicinho, Gerson (Xaves 26’/1T), Caio (Rodrigo Pimpão 25’/2T) Renato Cajá; Roger (Leandrão 37’/2T). Técnico: Gilson Kleina.

 

Holler Box
Holler Box