Polícia prende suspeitos de matar com 7 tiros prefeito de Nova Canaã do Norte

79 0
Antonio Luis de Castro - Prefeito assassinado

 

Um dos suspeitos foi preso na periferia de Diadema, em São Paulo.
Prefeito foi morto em uma festa em agosto do ano passado.

Dois homens foram presos nesta segunda-feira (30), suspeitos de participar do assassinato de Antônio Luiz de Castro, prefeito de Nova Canaã do Norte, a 696 km de Cuiabá. O prefeito foi morto com sete tiros enquanto participava de uma festa na cidade.
Um dos suspeitos foi preso em Diadema (SP) na casa de um parente. Ele foi apontado pela investigação como co-autor do homicídio do prefeito. Em seguida, na cidade de Nova Canaã do Norte, a Polícia Civil prendeu um segundo suspeito, que estaria intimidando testemunhas.
Conforme a polícia, os dois suspeitos estavam com mandados de prisão temporária (30 dias) decretados pela Justiça. O suspeito preso em um bairro da periferia de Diadema deve ser transferido para Cuiabá na próxima quinta-feira (3) para ser interrogado.
De acordo com o delegado Rogério Malacarne, detalhes das investigações serão apresentados após a oitiva do principal suspeito de assassinar o prefeito. “Ele tinha interesse na morte e com certeza participou na coautoria. Pode até ser que seja o executor. A gente vai esclarecer isso a partir da prisão dos dois”, frisou.
O caso
O prefeito Antônio Luiz Cesar de Castro, conhecido como Luizão, foi assassinado a tiros quando participava de uma festa no município, por volta das 22h. De acordo com a Polícia Civil, o crime teria sido presenciado pela filha da vítima.
O prefeito estava em um clube de laço do município, quando um homem encapuzado teria se aproximado dele e efetuado os disparos. A vítima morreu na hora e o suspeito fugiu a pé do local.