Policia prende homem que aplicou trote ao informar invasão de ladrões ao Edifício Wall Street

58 0

 
“Hoje foi a gota d’agua para esse desocupado que ligou passando trote para a Policia. Ele extrapolou todos os limites”, disse o coronel Farias, em entrevista coletiva para imprensa. Hoje por volta das 15h o homem que realizou o trote nessa manha (7), que mobilizou tropas especiais da Rotam, Bope e Polícia Militar, foi preso em sua casa no Jardim Vitória, em Cuiabá.
Segundo o Coronel o suspeito denominado, Paulo Rodrigues Pereira, 48 anos, já realizou 29 trotes a PM somente esse mês. Cerca de 100 policiais, sendo 30 do Bope, 30 da Rotam e 20 policiais militares foram mobilizados para a operação que no fim era uma falsa denúncia.
O homem não teve sua identidade confirmada, pois não possui documento de identificação – somente um Boletim de Ocorrência muito velho, no qual ele afirma ter perdido os seus pertences. Segundo depoimento de Paulo Rodrigues, ele não haveria passado nenhum trote. Ele acusa a filha de 13 anos de ter cometido o crime. Mas o áudio cedido pela políia desmente suas afirmações. A voz do suspeito é a mesma da ligação.
O acusado ainda disse que era ex-subtenente de Mato Grosso em 1998, porem não existe nenhum dado que confirme essa versão. Ele se apresentava como capitão Rodrigues, subtenente e como cabo.
“Isso tudo é mentira. Não há nenhuma informação nos nossos registros que confimar isso. Encontramos um capitão que estaria desaparecido há muitos anos e teve sua morte presumida”, conta o Coronel Farias.
A operação durou mais de três horas e os prejuízos ainda serão contabilizados. Mas o suspeito está em poder da PM e responderá criminalmente e civilmente por falsidade ideológica e falsa denúncia de crime. A pena varia de um a seis meses de detenção ou multa. Contudo, ainda conforme o Coronel, ele não ficará preso.
Paulo realizou duas ligações para o 190. Na primeira delas, ele se identifica como vítima e denuncia o crime. Simula medo e cansaço físico, o que lhe deu credibilidade e fez a polícia acreditar na denúncia. Na segunda ligação, feita 40 minutos depois, ele se identificou como um ladrão que estava com cinco vítimas sob ameaça de morte.

TROTES

Conforme levantamento do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), de janeiro a abril deste ano, foram registrados 43.026 falsas ocorrências ou trotes, sendo que 36.620 foram praticados por crianças e 6.406 por adultos. “Infelizmente a segurança pública ainda enfrenta esse tipo de problema que dificulta nosso trabalho”, disse o coordenador do Ciosp, tenente-coronel PM Eduardo Henrique de Souza.

Confira a transcrição do áudio da primeira e segunda ligação na íntegra.
Primeira ligação: Vítima. (ouça aqui)
Bom dia. Eu quero fazer uma denúncia de assalto. Na Isaac Póvoas. Eu estava descendo ali no pessoal do ‘factore’ e desci rápido a escada. Tem mais ou menos 4 indivíduos la dentro. Tudo armado com .40, dona. Tudo encapuzado. Aqui na Isaac Póvoas, sabe?
566 o edifício é no centro. E… Vale 7, na Isaac Póvoas. Isso. Dona do céu! Eu vi eles tudo lá com .40, eu ouvi o apelido de um: neguinho do parque do lago. Eles estão no ultimo (andar). Eu ouvi um deles dizendo neguinho do parque do lago. Ai…. (pausa na fala e simulação de cansaço físico)… Eu desci uma escadaria e machuquei a perna.
Arma pesada (surpresa e entonação de nervosismo na voz)! Eles estão violentos demais! Eles vão fazer besteira lá dentro! Eles me viram (silêcio por alguns segundos). Eu estou escondido no saguão embaixo, perto do banheiro. Eu não saio porque estou com medo de ir. Vem ajudar a gente pelo amor de Deus! (o homem simula pânico). Avisa os policiais para ir com calma, porque eles estão armados mesmo! Tem um com uma granada na mão. Pois eles mexem com valores altos e ai os ladrões pensam que La tem dinheiro (se referindo ao motivo do roubo). Eu já servi o exercito por isso conheço armas (respondeu após a atendente lhe perguntar sobre o seu conhecimento com armamento).Tem um descendo a escada dona! Eu vou desligar (novo silêncio). Eles estão mascarados. Estão descendo para vigiar, qualquer coisa você me liga. Meu nome é Rodrigo da Silva Ribeiro trabalho dentro do prédio, sou zelador.
Segunda ligação: Ladrão (ouça aqui)
Bom dia. Eu avisei a menina ai que se o Bope entrar eu vou matar 3 mulheres, o zelador e uma velhinha que nos pegamos aqui. Nós estamos armados, aqui dentro do prédio. Tá ouvindo? (pausa na fala) Se invadir nós ‘vai’ matar todo mundo…