banner

PM recupera quatro caminhonetes roubadas; juntas somam mais de R$ 500 mil

599 0
Foto: Divulgação

A Polícia Militar recuperou nas últimas 72 horas quatro caminhonetes roubadas avaliadas em mais de R$ 500 mil, além de quatro motocicletas e dois carros de passeio. Essas ações levaram 10 suspeitos à prisão, entre os quais dois adolescentes. Do total, cinco deles em flagrante delito, de acordo com informações da assessoria da Polícia Militar.

As apreensões aconteceram durante rondas ostensivas do policiamento de rotina executado por unidades da PMMT na Grande Cuiabá e de cidades do interior do Estado.

Na madrugada de segunda-feira, 2, os policiais do 24º Batalhão de Cuiabá prenderam dois homens, um de 20 e outro de 25 anos, e com eles apreenderam a caminhonete L200 Triton, de cor prata, tomada em assalto horas antes no bairro Chácara dos Pinheiros. O veículo trafegava em alta velocidade no viaduto da BR-364 no sentido Rondonópolis. Os policiais decidiram acompanhá-lo e conseguiram fazer o cerco e prender os ocupantes. No carro estava um revólver usado no roubo e o celular do proprietário da caminhonete.

No início da noite do dia 30 de junho, policiais do Grupo de Apoio (GAP) do 3º Batalhão prenderam dois suspeitos, um dele de 17 anos, e recuperaram uma caminhonete Amarok prata que havia sido roubada minutos antes na cidade de Rosário Oeste. A equipe do 3º BPM fazia rondas pelo Jardim Vitória quando ouviu pelo rádio da viatura informações sobre o roubo e a possibilidade de os ladrões estarem vindo para Cuiabá. A guarnição interceptou o carro na rodovia MT-010(da Guia). Além do revólver (calibre 38), no carro foram aprendidos um televisor, jogo de facas e garrafa de vinho roubados juntamente com a caminhonete.

No mesmo dia, pouco antes, em Nobres, policiais da 1ª Companhia de Nobres recuperaram uma caminhonete Toyota Hilux, de cor prata, abandonada em uma área rural. Roubada horas antes, também em Nobres, dentro do veículo ainda estavam os produtos levados da casa: dois televisores, um vídeo game Xbox, um notebook e um tablet. Nesse caso não houve prisão de suspeitos.

Holler Box
Holler Box