banner

Pecuarista deve ficar atento ao período proibitivo para as queimadas em MT

1443 0

Ascom/Acrimat

 

 

 

A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) alerta os pecuaristas para o período proibitivo para as queimadas em Mato Grosso, que inicia nesta segunda-feira (15/07) e termina no dia 15 de setembro. O Guia do Produtor Rural de Orientação e Combate a Incêndio, disponibilizado pela entidade aos associados, apresenta capítulos que instruem o pecuarista a como prevenir e proteger sua propriedade rural, como agir em caso de incêndios acidentais, queima controlada, legislação e informa ainda uma série de telefones úteis.
“Com o período de estiagem, começa a preocupação dos produtores rurais com a possibilidade de incêndios florestais e suas consequências, como os graves problemas à pastagem e outras lavouras, por isso é importante saber quais medidas o produtor deve adotar em sua propriedade, com ao construção e manutenção de aceiros, a redução de materiais combustíveis e a disponibilidade de água em abundância, bem como, a de um meio de transporte de água para os locais onde ocorrem os sinistros”, diz o presidente da Acrimat, Marco Túlio Duarte Soares.
As medidas servem como complemento ao trabalho executado pelas instituições que integram o Comitê do Fogo, como Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Corpo de Bombeiros, Secretaria de Segurança Pública (Sesp), Fundação Nacional do Índio (Funai) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
O governo estadual destaca que o Comitê do Fogo tem uma atuação rápida e pontual para combater os incêndios florestais, especialmente aqueles que afetam propriedades rurais e as unidades de conservação estaduais, que em sua maioria são ocasionados por ações humanas e criminosas.
O Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), unidade especializada inserida na estrutura organizacional do Corpo de Bombeiros (CBMMT) é encarregada pelo atendimento aos incêndios florestais, e deve ser acionada por meio do telefone 193 quando o produtor identificar uma queimada que pode atingir sua propriedade.
Denúncias
A população pode denunciar queimadas urbanas no 193 do Corpo de Bombeiros ou nas secretarias de meio ambiente dos municípios. Já os incêndios nas áreas rurais, podem ser denunciados na Sema pelo 0800 647 7363 ou também no Corpo de Bombeiros. Utilizar fogo para limpeza e manejo nas áreas rurais é crime passível de seis meses a quatro anos de prisão, com autuações que podem variar entre R$ 1 mil (pastagem e agricultura) a R$ 75 mil por hectare (em área de preservação permanente – APP).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Holler Box
Holler Box