Orquestras e coral se unem em concerto para homenagear Cuiabá

157 0

Camerata de Concerto, sob a regência de Fernando Pereira, e a Orquestra Jovem de Nova Mutum, sob a regência de Edmar Nascimento, realizam um tributo ao aniversário de Cuiabá na próxima sexta-feira (15.03), às 20h, no teatro Zulmira Canavarros. O evento Sinfonia 300 anos, que fará a celebração da música para homenagear a capital, tem classificação livre e entrada liberada mediante a doação de dois quilos de alimentos não-perecíveis.

O espetáculo também contará com a participação do coral do Município de Cuiabá, sob a regência de Carlos Taubaté, para execução conjunta de grandes canções do cancioneiro popular de Cuiabá.

Os dois projetos musicais, Camerata e Orquestra Jovem, atuam na educação musical regional e são apoiados pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).  “É uma satisfação ver ações apoiadas pela Secel unidas para homenagear Cuiabá por seus 300 anos. São dois importantes programas de formação de músicos que, junto com o coral de Cuiabá, encantarão a todos com uma bela apresentação”, destaca o secretário da Secel, Allan Kardec.

Com a ação Boca Musical, a Camerata de Concerto ocupa semanalmente o Centro Cultural Casa Cuiabana oferecendo aulas gratuitas de práticas instrumentais nas modalidades violino, viola de arco, violoncelo e/ou violão. Já a Orquestra Jovem de Nova Mutum é um dos Pontos de Cultura selecionados pela Secel por meio de edital. A Orquestra oferece gratuitamente o ensino de música a cerca de 350 crianças, adolescentes e jovens no interior do Estado, contemplando sopro, cordas, percussão, viola caipira, musicalização e coral.

Com performances de excelência, a Sinfonia 300 anos oferecerá ao público repertório diverso como o concertino 1972 do compositor alemão radicado brasileiro Ernst Mahle, Romaria de Renato Teixeira, Pout-pourri Cuiabano, dentre outras músicas.

O evento é coordenado pelo regente da Camerata de Concerto, Fernando Pereira, violinista e mestre em Música pela Academia Nacional de Sophia (Bulgária – Leste Europeu), diretor do instituto que leva o seu nome, e formador de vários violinistas da nova geração de músicos mato-grossenses.

Holler Box
Holler Box