Novidade pode deixar a internet 100 vezes mais rápida

92 0


Um estudo realizado por pesquisadores do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne, na Austrália, pode deixar a internet mais rápida. Os pesquisadores desenvolveram pequenos leitores podem detectar informações em espirais de fibra óptica, facilitando a conexão e tornando sua velocidade ainda maior.
Entenda
Os cabos de fibra óptica utilizam pulsos de luz para transmitir informações. O problema é que até agora, os dados só podem ser armazenados pela cor da luz, e em formato vertical e horizontal. Ao colocar a luz no formato espiral, os pesquisadores conseguiram desenvolver uma terceira dimensão para a luz, em um novo nível, chamado de nível angular orbital.
Min Gu, pesquisador do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne, na Austrália, explica que quanto mais uma pessoa usa o nível angular, mais informações é possível carregar. De acordo com ele, os resultados da pesquisa podem trazer benefícios para o futuro. “É como o DNA, se você olhar para a dupla hélice”, aponta. O pesquisador indica que o próximo objetivo é reduzir obstáculos e “tornar a transferência mais eficiente”, indica.
A nova tecnologia pode funcionar com grandes quantidades de fios de cobre de maneira satisfatória. Os pesquisadores relatam, no entanto, que para que a internet atinja grandes velocidades, é preciso trocar toda a extensão de fibra óptica em funcionamento.
Parte inferior do formulário