Ministro do Meio Ambiente exonera 21 dos 27 superintendentes do Ibama

174 0
© Twitter O advogado Ricardo Salles participa do programa Roda Viva – 11/02/2019

 

 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, exonerou 21 dos 27 superintendentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), em portarias publicadas nesta quinta-feira, 28, no Diário Oficial da União. A decisão do ministro preserva apenas os que exerciam o cargo de chefia nos estados de Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

Desde que assumiu o cargo em janeiro, Salles tem em mudanças no Ibama, órgão responsável pela fiscalização ambiental e aplicação de eventuais multas, uma das suas principais preocupações.

Logo na primeira semana do novo ministro, a então presidente do órgão Suely Araújo, que havia sido nomeado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB), pediu exoneração após uma divergência pública com Salles a respeito de um contrato de 28,7 milhões de reais do órgão para aluguel de carros.

Após a saída de Araújo, o ministro do Meio Ambiente nomeou o procurador federal Eduardo Fortunato Bim para presidir o Ibama. Combater a “indústria das multas” ambientais na área rural foi uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Procurado, o Ministério do Meio Ambiente não comentou, até a publicação desta nota, a exoneração dos superintendentes do Ibama.

Holler Box
Holler Box