Membro de facção criminosa é presa acusada de mandar executar irmãos

227 0

Do: Olhar  Direto

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Uma mulher identificada como Marta Souza Amorim, 26 anos, foi presa na manhã desta quarta-feira (23), por suspeita de ser a mandante da execução de dois irmãos moradores da cidade de Castanheira (a 781 quilômetros de Cuiabá), na última semana. Raquel Meira Duarte, de 22 anos, e Gabriel Meira Duarte, de 19, foram baleados. Somente o rapaz sobreviveu aos disparos.

Segundo a Polícia Civil, o crime pode ter sido motivado por dívida com drogas ou disputa por áreas de tráfico.

Na última quinta-feira (17), dia da execução, Marta pegou sua motocicleta (que também foi apreendida) e levou o executor até o município de Castanheira. Raquel, que seria usuária de drogas, foi baleada e morreu na hora. O irmão, apesar de atingido, sobreviveu.  Logo após, o executor acabou preso e confessou que Marta seria a mandante.

O delegado da cidade de Juína e responsável pelo caso, Edson Pick, disse ao Olhar Direto que ela teve o mandado de prisão preventiva cumprido por um homicídio e por uma tentativa. Na ocasião, acabou sendo autuada também pelo crime de tráfico de drogas, desacato, resistência e associação criminosa.

Na residência da acusada localizada em Juína, a polícia ainda aprendeu três quilos de maconha e uma balança de precisão. Um adolescente acabou encaminhado à Delegacia, pois também estava na casa e poderia ter envolvimento com o tráfico.

Ainda conforme Pick, Marta seria membro de uma facção criminosa e comandava o tráfico de drogas em Juína e Castanheira.   Ela também possui três passagens pelo crime de tráfico de drogas e cumpria medidas cautelares. Seu marido e irmã também têm envolvimento com o tráfico de drogas e estão presos na cadeia pública da região.

A acusada deverá passar por audiência de custódia.

Holler Box
Holler Box