Medalhista búlgaro é condenado por tráfico de drogas em SP

55 0

 Do G1SP

Atleta foi flagrado com 7 kg de cocaína no aeroporto de Cumbica em 2011.
Ele foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão.
O atleta búlgaro Galabin Pepov Boevski, medalhista de ouro no levantamento de peso nos Jogos Olímpicos de Sydney, na Austrália, em 2000, foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão por tráfico internacional de drogas em Guarulhos, na Grande São Paulo. Ele foi preso em outubro de 2011 no aeroporto de Cumbica com 7 kg de cocaína camufladas em sua bagagem. Boevski tentava embarcar para a Bulgária. A decisão foi divulgada pela Justiça Federal nesta quinta-feira (3).
O crime aconteceu no dia 24 de outubro. Segundo a decisão da juíza federal Maria Isabel do Prado, titular da 2ª Vara Federal em Guarulhos, o crime de tráfico de drogas internacional não precisa ser consumado para que o autor seja considerado culpado. Em interrogatório, o atleta disse que havia comprado as malas no Brasil e que elas já estavam com o entorpecente camuflado.
O Ministério Público Federal alegou que não havia motivo para que alguém houvesse abandonado 7 kg de cocaína em uma mala que seria vendida, e a juíza acrescentou que seria impossível que o búlgaro não tivesse percebido o peso maior das malas ao comprá-las.
A decisão da magistrada ainda acrescenta que “o réu é pessoa de notória reputação pública no mundo esportivo internacional, sendo referência de conduta social a jovens e outras pessoas, tendo agido ao envolto dessa condição privilegiada de celebridade para perpetrar o delito” e “sua notável reputação de celebridade esportiva, assim como seu nível social, são suficientes a apontar uma culpabilidade acima da média, posto que suas condições pessoais favoráveis criam uma sociedade de obediência às leis