Publicado em : 16/04/18

Lexus começa a venda da quinta geração do requintado sedã LS no Brasil pela versão híbrida




Do: Primeira Marcha

Para quem fala qualquer sistema de propulsão alternativa para os veículos é caro no Brasil, o novo Lexus LS é um prato cheio. A quinta geração do sofisticado sedã desembarca no país com novo conjunto de motor a combustão e elétrico e preço de R$ 760 mil.


Ok que falamos da marca de luxo da Toyota e da quinta geração de um sedã com 5,23 m e cheio de tecnologia embarcada. O LS 500h se vale da plataforma global da fabricante japonesa para veículos de luxo, chamada de GA-L.

Segundo a Lexus, o novo LS teve o centro de gravidade reduzido e a distribuição de peso entre os eixos beira os 50/50. A marca também garante melhorias na rigidez torcional da carroceria.


Entre as inovações que prometem melhorar a vida a bordo, destaque para a suspensão pneumática e na adoção de buchas especiais no jogo multibraço dianteiro e traseiro. Além disso, para melhorar o isolamento acústico, o sedã ganhou silenciadores no capô, feito de material oriundo de uretano, e no painel de três camadas.

Tem mais mimos para justificar o preço da criança. O sistema multimídia tem tela de 12,3? e há dois monitores de 11,6? individuais para os passageiros que vão de chofer atrás.
A folga fica maior com os sistemas de massagem. Bolsas de ar no encosto e no assento aplicam pressão e calor com três programas diferentes: relaxar, alongar e simples para áreas do corpo como tronco superior, tronco inferior, ombros e lombar. Todos os bancos também levam a função de massagem shiatsu.

O ar-condicionado automático funciona com sensores infravermelhos, que detectam os bancos que estão ocupados para definir a distribuição do ar nas zonas onde têm passageiros. O sistema de som é o Mark Levinson 3D QLI, com 16 alto falantes (dois no teto) e potência equivalente a 2.400 watts.
No sistema híbrido Multi Stage, a novidade é o motor a gasolina 3.5 V6 com 299 cv de potência e torque de 37,5 kgfm a 5.100 rpm. Ele trabalha com dois motores elétricos e promete o 0 a 100 km/h em 5,4 segundos e capacidade de rodar a até 140 km/h com a combustão desligada. O câmbio do tipo CVT tem 10 marchas simuladas e a tração é traseira.

No desenho, o Lexus LS 500h chama a atenção. Com perfil mais baixo (1,45 m de altura, 1,5 cm mais baixo que a geração anterior), o sedã se destaca pelos faróis bastante afilados, com luzes diurnas no formato de “L”, e pela grade frontal que se confunde com a entrada de ar inferior e lembra o desenho de uma ampulheta moderna.
As laterais têm saliências elegantes e o caimento da terceira coluna, em conjunto com o sorte da tampa do porta-malas, emprestam ares de cupê. As lanternas horizontalizadas têm desenho irregular e vários elementos pontudos que tentam se distanciar do “padrão Corolla” de design.

Deixe seu comentário

Sobre autor

Lexus começa a venda da quinta geração do requintado sedã LS no Brasil pela versão híbrida