banner

Irmãs participam de cursos do Senar-MT e colocam criatividade em seus produtos

456 0


Assessoria de Imprensa
SSA. Este é o nome de um grupo formado por três irmãs, moradoras de pequenas propriedades rurais, no município de Paranaíta, a cerca de 850 quilômetros de Cuiabá. As três irmãs se casaram com três irmãos e, assim, a família ficou ainda mais unida. Juntas se empolgam com as criações que fazem na cozinha e enfrentam com alegria a “labuta” do dia a dia. A criatividade é um dos principais ingredientes na vida desta família.

Antes mesmo de fazerem os treinamentos ofertados pelo Sindicato Rural de Paranaíta, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), as três já tinham suas criações na cozinha que faziam sucesso. Aparecida Jesus Cordeiro Pereira, o “A” do grupo, que é popularmente conhecida como Nena, conta que foi convidada pela vizinha, com quem trabalhava para um treinamento de reaproveitamento de alimento do Senar-MT.

Ela conta que nunca teve muito interesse por essa área, mas resolveu aceitar o convite, fez o curso e gostou. “Em seguida eu participei de outro treinamento para aprender a fazer conservas e, aos poucos, fomos incrementando o nosso trabalho. Hoje eu faço as conservas para vender”.

Suzana de Jesus Cordeiro Pereira, um dos “S” do grupo SSA, diz que adora cozinhar. “Fomos no shopping na cidade de Sorriso e vi o pessoal fazer o macarrão flambado. Como somos todas muito curiosas decidimos experimentar fazer e deu certo. Porém, isso não foi suficiente para nós e continuamos as experiências”, destaca Suzana entusiasmada.

Sirlei de Jesus Cordeiro, o outro “S”, que compõe o grupo SSA, acrescenta que o diferencial do produto delas é o “amor”. “Gostamos muito de criar. Tudo é feito com muita dedicação e carinho”. A irmãs contam que foi Sirlei que criou o molho de galinha caipira, uma inovação para o macarrão flambado que vendem na feira, em Paranaíta.

Segundo Sirlei, o macarrão flambado é uma coisa comum. “Mas como sou uma pessoa inquieta, estou sempre pensando em criar”. O resultado dos treinamentos do Senar-MT somado a inquietação e criatividade das três resultou nos mais variados produtos. “Para o macarrão flambado temos cinco molhos e 16 recheios”.

Na feira, em Paranaíta, além do macarrão flambado, as irmãs também vendem bolo de pote e os mais diversos tipos de caldo. Elas viajam 40 quilômetros para participar da feira. E em função disso estão buscando alternativas para ampliar a oferta de seus produtos. “Fazemos muitas coisas gostosas, mas fica difícil levar tudo. E tem muita gente querendo saber nossa receita, mas isso é segredo”, brinca Suzana.

O grupo também produz 5 mil pés de pepinos e mais 1400 de quiabo. Há dias em que o sol ainda nem nasceu e as irmãs já estão na roça fazendo a colheita para entregar os produtos frescos. Elas vendem o quiabo e o pepino para outros produtores que também trabalham com conserva. Admitem a vida não é fácil, mas que com a união e a criatividade estão vivendo da renda do que produzem, ou seja, das conservas, bolos, caldos e é claro, do macarrão flambado que faz muito sucesso.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Senar-MT

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Holler Box
Holler Box