Grêmio bate River e está próximo da final da Libertadores

136 0
*Gremio x River Plate
Foto: Agustin Marcarian / Reuters

Em vantagem, os gaúchos jogam pelo empate para chegar a final da competição.

O Grêmio derrotou nesta terça-feira o River Plate por 1 a 0 no Estádio Monumental de Nuñez pela primeira partida da semifinal da Libertadores. Superando os desfalques de Everton e Luan, o Tricolor Gaúcho adotou uma estratégia que não permitiu os argentinos de impor o seu toque de bola. A grande surpresa na escalação foi o volante Michel que não atuava cinco meses e marcou o tento gremista.

Em vantagem, os gaúchos jogam pelo empate para chegar a final da competição. Caso os argentinos vençam pelo mesmo placar a decisão será nas penalidades. O River classifica se fizer 2 a 1 no tempo normal por causa do saldo qualificado.

A partida de volta pela semifinal da Libertadores entre Grêmio e River Plate será no dia 30, terça, às 21h45(de Brasília), na Arena. Pelo Brasileirão o Tricolor Gaúcho recebe no sábado o Sport, às 16h30(de Brasília), em Porto Alegre.

O Jogo – Adotando uma escalação mais defensiva com a presença do volante Michel, o técnico Renato Portaluppi segurou o ímpeto dos argentinos. Os gaúchos tem uma postura de forte marcação o que dificultou as jogadas de velocidade do River.
Depois dos 10 minutos, os donos da casa se soltam para o ataque. Por sua vez, o Tricolor Gaúcho tentou explorar lances de bola aérea e jogadas de contra-ataque. Aos 17, Pity rolou para Palacios, que cruzou fechado. Marcelo Grohe tentou segurar, mas soltou e a bola quase entrou.
Apesar de ter mais posse de bola, o River não conseguiu furar o bloqueio defensivo gremista. Entretanto quem levou perigo foi o Grêmio, aos 24, Alisson tocou para Cícero que soltou a bomba. Armani espalmou e mandou para escanteio.
Com dificuldade de entrar na área, os argentinos levaram perigo em chute de fora da área. Aos 30, após troca de passes, Palacios recebeu na intermediária e soltou a bomba. Grohe espalmou para escanteio. Nove minutos depois, o River chegou perigosamente e obrigou o arqueiro gremista a trabalhar. Aos 39, Pity recebeu de Scocco e soltou a bomba. Marcelo Grohe faz milagre.

Na etapa inicial o Grêmio soube segurar o River Plate e não correu grandes riscos no sistema defensivo. As duas equipes arriscaram chutes de longe e os goleiros mostraram muita elasticidade para manter o zero no placar.
Mais agressivo, os anfitriões vão para cima em busca do primeiro gol nesse começo do segundo tempo. Aos 04, Quintero cobrou escanteio na cabeça de Maidana que, sozinho, mandou por cima do gol de Grohe. Já os visitantes marcam bem, porém não conseguem segurar a bola do meio pra frente.
Durante o jogo, o Tricolor Gaúcho soube explorar a deficiência na bola aérea dos argentinos e abriu o placar. Aos 16, Alisson cobrou escanteio no primeiro poste. Michel ganhou da zaga e estufou as redes de Armani.
Os comandados de Marcelo Gallardo nitidamente se abateram depois de ter levado o gol. Muito seguro na defesa, a equipe gremista tem procurado cavar faltas e fazer o tempo passar. Por outro lado, o River facilitou o trabalho da defesa do Grêmio porque começou a cruzar várias bolas altas.

Por pouco, os gaúchos não ampliaram o marcador. Aos 33, Jael bateu falta na barreira. Leonardo pegou o rebote e tirou tinta da trave de Armani. Impotentes na partida, o River não encontrou soluções em campo para chegar a igualdade.
Diferente do primeiro tempo, os donos da casa tomaram a iniciativa na etapa final, porém o Tricolor Gaúcho com muita maestria, inteligência e experiência amarrou taticamente o River. Na insistência os gaúchos tiram proveito da deficiência na bola alta da defesa argentina. Os pilares desse triunfo foram Geromel, Kannemann e Michel. A última tentativa de empate acabou parando nas mãos de Grohe. Aos 48, Quintero cobrou falta no canto esquerdo do goleiro gremista, que voou e faz grande defesa.
FICHA TÉCNICA
RIVER PLATE 0 X 1 GRÊMIO
Local: Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires
Data: 23 de Outubro (Terça-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Victor Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bossio (Peru) e Victor Raez (Peru)
VAR: Leodan González (principal), auxiliado por Estebean Ostojich e Richard Trinidad (todos do Uruguai)
Cartão amarelo: Borré, Maidana, Ponzio (River Plate), Alisson, Kannemann (Grêmio)
Gol: Michel (Grêmio), aos 16 minutos do segundo tempo.
RIVER PLATE: Armani; Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Ponzio (Enzo Pérez), Quintero, Ezequiel Palacios (Ignacio Fernandez) e Pity Martínez; Borré e Scocco (Lucas Pratto)
Técnico: Marcelo Gallardo
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon, Ramiro (Thaciano) e Cícero, Alisson e Jael (Thonny Anderson).
Técnico: Renato Portaluppi