banner

Grande Cuiabá tem um assassinato por dia em junho e 178 no ano

184 0

 

Mês de junho fechou com 30 assassinatos na região metropolitana.
Nos primeiros seis meses foram 178 homicídios na capital e Várzea Grande.
Do G1 MT
A região metropolitana de Cuiabá fechou o mês de junho de 2012 com 30 assassinatos, o que dá uma média de uma morte por dia. Segundo levantamento da Polícia Civil, divulgado nesta terça-feira (3) ao G1, foram 19 homicídios na capital de Mato Grosso e 11 na cidade vizinha Várzea Grande. O número de latrocínio (roubo seguido de morte) nas cidades também apresentou alta no semestre.
O último mês é considerado o terceiro mais violento do ano. O levantamento mostra que nos primeiros seis meses de 2012 foram registrados 178 homicídios nas duas cidades, que possuem juntas cerca de 800 mil habitantes. O número é semelhante ao verificado no ano passado, quando houve 174 assassinatos. A Diretoria da Polícia Civil informou que obteve índice de resolutividade de 80% dos crimes no ano passado. A estatística deste ano ainda não foi divulgada pela instituição.
Um dos crimes que mais chamou atenção no ano foi a morte da vendedora Juliene Anunciação Gonçalves, de 22 anos. Ela foi encontrada nua e pendurada pelo pescoço, com a própria calça, na arquibancada de um campo de futebol em Cuiabá. O principal suspeito de cometer o crime, o vendedor Antônio Rodrigues Silva dos Santos, de 34 anos, chegou a ser preso, mas deixou a prisão por falta de provas. A defesa do suspeito tem alegado inocência e diz que ele apenas saiu com a jovem no dia do crime, em 28 de maio deste ano.
Latrocínios
A polícia registrou 12 mortes durante assaltos na região metropolitana. Apesar de possuir metade do número de habitantes de Cuiabá, a cidade de Várzea Grande, com 250 mil moradores, registrou 9 latrocínios no ano, enquanto na capital aconteceram apenas três. Só no último mês, foi registrado um caso em cada uma das duas cidades.
A estatística oficial da polícia aponta que nos primeiros seis meses do ano passado 10 pessoas perderam a vida durante roubos. No mês passado, os moradores da região do bairro Costa Verde se indignaram com o caso do empresário Paulo César Dapper, de 38 anos, que foi morto na frente da mulher e do filho de dois anos de idade. Três suspeitos mataram o empresário quando ele ia estacionar o carro em frente à residência. Os suspeitos ainda não foram presos.
Depois do latrocínio e dos constantes assaltos a residências do bairro, a Polícia Militar de Mato Grosso decidiu reforçar a segurança no Costa Verde. O comandante do 4ª Batalhão da PM, tenente coronel Antônio Ibanez Filho, disse que vai ser construída, na praça central do bairro, uma base de atendimento móvel a ocorrências de crimes.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Holler Box
Holler Box