Governo quer transformar Mirante em área de proteção integral

68 0

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) fará uma consulta pública na cidade

*O Mirante de Chapada dos Guimarães, um dos pontos mais visitados da cidade

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) fará uma consulta pública para a criação da Unidade de Conservação de Proteção Integral Monumento Natural do Mirante de Chapada dos Guimarães.

O Mirante é um dos pontos turísticos mais visitados e conhecidos da cidade. Sua transformação em unidade de proteção integral poderá resultar em uma maior proteção à vegetação local.

A consulta pública acontece no dia 14 de dezembro de 2018.

A consulta pública será presencial, de 9h às 11h, no Plenário da Câmara de Vereadores de Chapada (rua Fernando Correa, 763, Centro). O edital de convocação foi publicado no Diário Oficial de 13 de novembro.

Os estudos técnicos que compõem a Peça de Criação da Unidade de Conservação de Proteção Integral Monumento Natural na área do Mirante, sob a responsabilidade de gestão da Sema, estarão disponíveis para análise, sugestões e críticas no período ode 3 a 13 de dezembro de 2018 no site www.sema.mt.gov.br.

O edital de convocação se baseia no Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza que trata da criação, implantação e gestão das unidades e conservação e determina que a criação de uma unidade de conservação deve ser precedida de estudos técnicos e consulta pública.

Existem cinco tipos de unidades de proteção integral. Em geral, elas não podem ser habitadas pelo homem, sendo admitido apenas o uso indireto dos seus recursos naturais – em atividades como pesquisa científica e turismo ecológico, por exemplo.

As unidades de proteção integral se dividem em Estações Ecológicas, Reservas Biológicas, Parques Nacionais, Monumentos Naturais e Refúgios da Vida Silvestre.

Holler Box
Holler Box