F1: Pesquisa revela que alemães querem que Schumacher se aposente

42 0

 

ANSA
A agência noticiosa ANSA publicou, nesta semana, uma pesquisa que revela, em certo grau, o sentimento do torcedor alemão com relação a um dos seus maiores ídolos no esporte: o heptacampeão mundial Michael Schumacher. De acordo com a agência, nada menos do que 55,4% dos alemães que se interessam pela F1 entende que Schumacher não voltará a vencer e deveria se aposentar em 2012.
Em contrapartida, 26,3% dos entrevistados disseram que gostariam que ele continuasse correndo. Nos bastidores circula a notícia de que a equipe Mercedes não pretende renovar o contrato do piloto – que se encerra no final da temporada de 2012. Michael Schumacher retornou à F1 em 2010, após um período de ‘aposentadoria’. O alemão havia deixado a Ferrari no final de 2006.
Todavia, as especulações no paddock da categoria também sugerem que a própria equipe Mercedes deve encerrar seu projeto na Fórmula 1. A cúpula da montadora alemã não estaria satisfeita com os resultados de pista nos últimos dois anos e, principalmente, está insatisfeita com o tratamento que vem recebendo do chefão Bernie Ecclestone, que não considera o time germânico protagonista.
Depois de cinco etapas realizadas em 2012, Michael Schumacher somou apenas dois pontos. Seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, foi bem mais além. O alemão tem 41 pontos e, também já cravou uma pole-position e uma vitória no atual campeonato mundial.