banner

Diplomado, deputado Nininho fala dos novos desafios para a próxima legislatura

340 0

“Como deputado de Mato Grosso, tenho compromisso de trabalhar para que o estado seja o que realmente o povo deseja: Estado desenvolvido”, destacou

O deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, foi diplomado pelo Tribunal Regional de Mato Grosso (TRE-MT), juntamente com outros 23 deputados estaduais eleitos, na noite da última segunda-feira (17). Nininho foi o segundo deputado estadual mais votado no estado, com 37.501 votos. Ele atribui o resultado ao trabalho que tem prestado em prol da cidadania e do desenvolvimento econômico.
Na concepção do parlamentar, a população está mais atenta às mudanças. “O povo quis a mudança e foi criteriosa na escolha. No meu caso, tenho serviços prestados em mais de 90 municípios, em todas as áreas tenho feito intervenções por meio de indicações ao Poder Executivo, articulações que refletem no cotidiano da população”, destacou Nininho.
Segundo Nininho, a 18ª Legislatura foi marcada por desafios, primeiro pela crise que o país atravessou e ainda se recupera, e, depois,  na correção dos gargalos do estado, como o Reajuste Geral Anual (RGA) e a Saúde.
“O novo governo e o vice-governador têm dois obstáculos que precisamos resolver: a Saúde, como temos acompanhado precisa de total atenção neste momento e estabilizar a pasta; a RGA, que é outra situação, mas acredito na experiência do governador Mauro Mendes e seu vice,  pois âmbos têm competência e farão o melhor por Mato Grosso com meus total apoio para colocarMato Grosso de volta aos trilhos do desenvolvimento”, ressaltou o parlamentar.
Em 2018 duas importantes leis de autoria do deputado Nininho foram sancionadas: a Lei 10.708/18 – Projeto de Lei Complementar para Fundo de Desenvolvimento, Indústria e Comercial, e que prevê o recolhimento de 0,35% ao Fundo de Apoio à Cultura da Soja (FACS), com o intuito de promover o financiamento de ações voltadas ao apoio e desenvolvimento de culturas como o feijão, trigo, pulses (grãos especiais à exemplo do gergelim e grão de bico), além do recolhimento de 1,05 % já previsto no projeto de lei inicial, ao Fundo de Desenvolvimento Industrial e Comercial (FUNDEIC). A outra Lei é a nº 10.728/18, que determina que pessoas feridas em acidentes de trânsito que possuam planos de saúde sejam encaminhadas pelo corpo de bombeiros, ou sistema de atendimento de emergência assemelhado, aos hospitais particulares conveniados aos Planos de Saúde, desde que não comprometa a qualidade e agilidade do primeiro atendimento.
Nininho ressaltou a bandeira que defende desde a primeira legislatura: ações voltadas ao municipalismo. “Vou continuar defendendo os municípios, porque é nele que o cidadão precisa da presença efetiva do parlamentar, somos responsáveis pelas principais decisões do Estado, temos que ser muitas vezes imparciais às decisões partidárias para ficarmos do lado da população. Tenho compromisso com cada eleitor que acreditou no meu trabalho, mas agora, sou o deputado de Mato Grosso, e vou trabalhar incansavelmente para que MT seja o estado que realmente desejamos”, concluiu Nininho.
Att,

Vânia Neves

Crédito foto: Crédito: Júlio Rocha