Corinthians supera tabu, avança e vai pegar o Vasco

53 0

Foi sofrido, como de costume, mas o Corinthians conquistou a vaga para as quartas de final da Copa Libertadores da América, nesta quarta-feira à noite, no Estádio Pacaembu. O Timão venceu o Emelec por 3 a 0 e agora enfrenta o Vasco com a vantagem de decidir em casa. Além disso, pôs fim a incômodo tabu de 12 anos, afinal, desde a edição de 2000 a equipe não superava a fase de oitavas de final.
Com a obrigação de vencer, o Timão começou o jogo nervoso e a ansiedade atrapalhou.
Mas, aos sete minutos, tudo mudou. Émerson foi lançado e cruzou rasteiro. Fábio Santos ganhou na dividida do adversário e fez 1 a 0.
A situação se acalmou. Até em demasia. O time parou de atacar e deu chances ao Emelec de empatar. Os equatorianos partiam para o ataque e, por várias vezes, assustaram o goleiro Cássio.
A partir dos 22, o Timão voltou a mostrar sua força. Paulinho arriscou de fora da área e Dreer fez a defesa. No minuto seguinte, Willian se esticou todo, mas a bola saiu.
A pressão surtiu efeito. O Emelec, assustado, preocupava-se apenas em se defender.
Assim, o jogo ficou truncado.
Apesar da posse de bola ser maior dos equatorianos, era o Timão quem assustava quando avançava. E, em rápida jogada, quase ampliou. Danilo ajeitou, aos 38, Émerson bateu e Dreer defendeu parcialmente. No rebote, a defesa tentou afastar, mas chutou em cima de Alex e a bola por muito pouco não entrou.
A melhor oportunidade surgiu aos 41. Danilo cruzou e Paulinho cabeceou firme, acertando a trave. Depois, o Timão segurou o placar.
O susto veio logo no início do segundo tempo. Em menos de um minuto, o Emelec quase empatou. Valencia soltou a bomba em cobrança de falta e Cássio espalmou.
Parecia que o jogo era disputado no Equador. O Corinthians sofria com a forte marcação e o Emelec passou a gostar da partida.
Só que no momento em que os visitantes estavam melhor, o Timão ampliou. Chicão bateu falta, aos 19, e Paulinho cabeceou para fazer 2 a 0.
Com a vitória praticamente assegurada, o Alvinegro passou a se defender e, apesar das tentativas do Emelec, o placar seguia inalterado.
Mas para coroar a sofrida vitória, o Corinthians chegou ao terceiro gol. Danilo cruzou, aos 40, Alex dominou e na saída do goleiro fez 3 a 0.
A fiel foi ao delírio e a festa tomou conta do Pacaembu.

Holler Box
Holler Box