Comercialização da próxima safra de soja chega a 45% em Mato Grosso

52 0

 

G1MT
Aumento se deve a alta nos preços da oleaginosa no mercado internacional.
Produtores estão fechando negócios mais cedo para garantir a safra futura.
A comercialização da safra 2012/13 de soja avançou e já atingiu 45% em Mato Grosso. A previsão realizada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), no mês de abril, apontava que a venda do grão havia atingido 20% até então. O aumento da comercialização se deve a alta nos preços da oleaginosa no mercado internacional, após a divulgação da projeção do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) da colheita 2011/12.
“Normalmente o estado alcançava este percentual de comercialização antecipada em novembro, período em que a safra já está plantada. Estamos em maio e já chegamos a este número. Isso nos mostra que o produtor está cauteloso, que está maduro e fechando negócios antecipadamente para garantir a safra futura com segurança”, observou o diretor executivo da Aprosoja, Marcelo Duarte.
De acordo com o relatório do USDA, a produção mundial de soja sofrerá uma retração em relação ao ciclo atual. Esta informação fez com os preços do produto no mercado internacional oscilassem e tivessem uma alta.
Para o departamento estadunidense de agricultura, a produção mundial de soja na safra atual alcançará o volume de 237,86 milhões de toneladas, sendo que, na previsão anterior a expectativa era de uma colheita de 240,15 milhões de toneladas. A estimativa para a produção brasileira, para esta safra, foi reduzida de 66 milhões de toneladas para 65 milhões de toneladas. Para a Argentina, o USDA estima que a safra do país vizinho será de 42,5 milhões de toneladas, enquanto a estimativa anterior apontava que a produção seria de 45 milhões de toneladas.
Previsões de grãos
Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 36,5 milhões de toneladas devem ser colhidas no estado no ciclo 2011/12, o que corresponde a 23% da produção brasileira. O acréscimo é de 17,3% no volume colhido em relação à safra passada, que alcançou 31,1 milhões de toneladas.
Os números apresentados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estão muito próximos do que o instituto previu. A safra mato-grossense de grãos em 2011/12 deve superar a barreira de 36 milhões de toneladas, alta de 18,4% sobre o ciclo passado, quando o desempenho da unidade equivaleu a 30,9 milhões