Colisão entre navios deixa sete desaparecidos

100 0
Foto Ilustrativa

 
O choque entre um navio argentino e um paraguaio aconteceu em frente à costa da cidade de Zárate, noroeste de Buenos Aires
Da AFP
Sete pessoas permaneciam desaparecidas neste sábado após o choque entre um barco areeiro argentino e um rebocador paraguaio no rio Paraná, em frente à costa da cidade de Zárate, 95 km a noroeste de Buenos Aires, informou a Prefeitura Argentina.

“Os desaparecidos são sete, a guarda-costeira e duas equipes de mergulhadores estão a sua procura, mas ainda não temos novidades” nove horas após o acidente, disse o prefeito Sergio Gaetán em uma coletiva de imprensa improvisada em frente ao local do acidente.

A colisão ocorreu às 04h deste sábado no quilômetro 102 do rio Paraná. Após o alerta, mergulhadores da prefeitura conseguiram resgatar um tripulante da embarcação argentina, que teve apenas ferimentos leves.

Gaetán informou que “foram detidas as três pessoas que faziam parte do comando da embarcação paraguaia”, de um total de doze tripulantes. Todos os desaparecidos pertencem à embarcação argentina, que, como resultado do impacto, afundou, disse.

“O fator tempo e as condições do naufrágio atentam contra a sobrevivência, mas não perdemos as esperanças”, disse o funcionário Carlos Ríos.

O oficial indicou que “há 16 mergulhadores na região tentando fazer todas as entradas possíveis na embarcação e tentando buscar bolhas, mas os compartimentos já estão todos inundados”.

O acidente ocorreu quando o areeiro argentino Rio Turbio colidiu contra o barco paraguaio que arrastava outra embarcação e não conseguiu completar a tempo uma manobra de cruzamento do rio.