banner

Cipem leva madeira nativa de Mato Grosso para feira internacional no Rio Grande do Sul

142 0

Daniela Torezzan – Assessoria de Comunicação Cipem

Empresários do setor florestal de Mato Grosso terão a oportunidade de expor produtos da madeira nativa do estado na Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira (FIMMA Brasil) que acontece de 26 a 29 de março, na cidade gaúcha de Bento Gonçalves.

Além dos produtos, o Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) apresentará informações sobre o Manejo Florestal Sustentável, através de duas palestras que acontecem no espaço Workshop Florestal, dia 28, às 15h e 16h. A primeira será ministrada pelo arquiteto e professor da Universidade Federal de Mato Grosso, José Afonso Botura Portocarrero, sobre as diversas possibilidades de uso da madeira nativa na construção civil no Brasil e no Mundo. Logo na sequência será a vez da secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, que explicará os procedimentos legais da cadeia produtiva da madeira.

O estande para exposição dos produtos oriundas das empresas ligadas aos sindicatos associados ao Cipem estarão em um estande personalizado, com 63 m². Os visitantes também poderão levar uma revista de vendas onde constam esses materiais e o contato das empresas produtoras, além de um catálogo interativo, em realidade aumentada, com informações sobre as 32 espécies de madeira nativa mais comercializadas em Mato Grosso e informações sobre o manejo florestal sustentável.

Segundo o Cipem, participar de eventos como esse é fundamental para ampliar as discussões sobre o cenário econômico, as tendências, oportunidades e novas tecnologias do setor de base florestal. “A feira também representa um espaço importante de negócios, possibilitando a interação direta entre compradores e fornecedores. É uma oportunidade de mostrar que a cadeia produtiva da madeira nativa do nosso estado é sustentável, tem qualidade e responsabilidade”, afirma o presidente do Cipem, Rafael Mason.

A 14ª edição da FIMMA Brasil acontece no Parque de Eventos, localizado na Alameda Fenavinho, 481, Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, com expectativa de gerar mais de US$ 290 milhões em negócios durante os quatro dias de feira. Para participar, basta efetuar a inscrição no site da feira.

Sobre o setor de base florestal em Mato Grosso

Mato Grosso possui 3,4 milhões de hectares de florestas nativas conservadas através do Manejo Florestal Sustentável, com potencial de chegar a 6 milhões de hectares até 2030.

A atividade é composta por mais de 6 mil empreendimentos florestais, sendo cerca de 1.800 indústrias e comércios. Juntas, elas empregam cerca de 90 mil pessoas direta e indiretamente.

Ao todo, cerca de 50 municípios mato-grossenses têm como base econômica a atividade florestal, colocando o setor na 4ª posição no ranking da economia estadual.

Em 2018, o setor movimentou, aproximadamente, R$ 2 bi em vendas de produtos florestais.  Dos impostos recolhidos aos cofres públicos pelo Estado no ano passado, o setor contribuiu com mais de R$ 53 mi de reais em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e com R$ 23 mi para o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). (dados Sefaz-MT)