Cabine de avião que caiu ficou intacta e força-tarefa procura por piloto de 27 anos

95 0
Foto: Reprodução / Facebook

 

 

Uma força-tarefa entre amigos, familiares, policiais e bombeiros militares procura pelo piloto de aviões, Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, que continua desaparecido desde a queda da aeronave agrícola que pilotava, no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo (a 696 km de Cuiabá).

Conforme a reportagem apurou, equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estão na região de mata à procura do jovem, que sofreu o acidente na segunda-feira (5).

O irmão do piloto, Diego Semencio Esteves, disse que três amigos, um tio e um primo que moram nas proximidades foram até o distrito ajudar nos trabalhos das forças de segurança.

Após a queda, a aeronave pegou fogo. Diego, no entanto, afirmou que a cabine da aeronave permaneceu intacta.  Diante disto, as chances de encontrarem Maicon ainda vivo são grandes. “Hoje pessoal especializado foi [para a região] bem cedo e não voltaram ainda”, disse.

Além disso, segundo ele, um canivete que pertencia a Maicon foi localizado a cerca de dois metros da aeronave. Fora isso, ainda não há outros vestígios do piloto.

Conforme consta do Registro Aeronáutico Brasileiro, o avião estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) cancelado desde 2010. A aeronave estava registrada na categoria de serviços especializados aero agrícola.

A Força Aérea Brasileira (FAB), por meio de nota, informou que investigadores do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VI), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), realizarão a ação inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PT-GSH.