Ataque 3D comanda vitória do Inter sobre o Coritiba

74 0

 

Damião, Dagoberto e Dátolo foram importantes para que a estreia colorada no Brasileirão fosse com triunfo, no Beira-Rio

Graças ao talento do trio ofensivo Damião/Dagoberto/Dátolo, o Internacional começou o Brasileirão com uma vitória tranquila sobre o Coritiba, neste domingo, no Beira-Rio. Sem dificuldade, o Colorado desbancou os paranaenses por 2 a 0. Damião abriu o placar, Dagoberto ampliou e Dátolo – o de menos brilho entre os três – construiu a jogada do segundo gol e deu trabalho à defesa adversária com sua velocidade.
Na próxima rodada, Inter e Coxa têm cariocas pela frente. Enquanto os gaúchos visitam o Flamengo, no Engenhão, sábado, às 18h30, o Coritiba tenta a recuperação no Couto Pereira, domingo, contra o Botafogo, às 16h.

O Internacional não demorou muito para tomar as rédeas da partida. Atacando em bloco e marcando fortemente desde a metade do campo, o time de Dorival Júnior conseguiu encurralar o Coxa.
Mesmo com o domínio, os homens de frente demoraram a se achar em campo. Mas isso não foi problema, porque Leandro Damião começou a resolver a parada no individualismo: um belo drible da vaca em Demerson e um chutaço no ângulo, com apenas nove minutos de jogo.
– Acerta o passe! – esbravejava o técnico Marcelo Oliveira, desesperado com a quantidade de erros por pate do Coritiba (42, entre passes e lançamentos, só no primeiro tempo), que só conseguiu um lance de perigo etapa inicial, mas Renan Oliveira desperdiçou.  
Depois de um período gelado no jogo, o trio 3D colorado – que originalmente tinha D’Alessandro, mas o Cabezón está machucado – encaixou uma bela tabela, que culminou com o tapa de Dagoberto no canto de Vanderlei: 2 a 0.
Na volta para o intervalo, Marcelo Oliveira resolveu mudar o meio de campo, colocando Sérgio Manoel e Everton Ribeiro no setor, na expectativa de ter mais a bola nos pés e valorizar a gorduchinha.
O Coritiba melhorou, mas não conseguiu fazer Muriel trabalhar. Enquanto isso, o Internacional já estava acomodado, só esperando um contra-ataque para ser encaixado. Em um deles, Élton chegou a perder um gol com o goleiro batido. Em outro, Damião acertou o travessão.
O ataque 3D vermelho perdeu o fôlego, foi desmontado – Dátolo e Dagoberto foram substituídos -, mas nada que pudesse impedir a vitória do Internacional. Ainda dá para dizer que o Coritiba saiu no lucro só com o 2 a 0.
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 0 CORITIBA
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data/hora: 20/5/2012 – 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva (ES) e José Maciel (ES)
Renda/Público: R$ 285.750,00 – 19.000 pagantes
Cartões amarelos: Dátolo, Leandro Damião, Dagoberto, Oscar (INT); Lucas Mendes, Lincoln, Emerson (CTB)
GOL: Leandro Damião, 9’/1ºT (1-0); Dagoberto, 37’/21ºT (2-0)
INTERNACIONAL: Muriel, Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Elton, Guiñazu, Oscar e Dátolo (João Paulo, 29’/2ºT, depois Bolatti, 44’/2ºT); Dagoberto (Marcos Aurélio, 39’/2ºT) e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.
CORITIBA: Vanderlei, Gil, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Júnior Urso, Willian (Sérgio Manoel, intervalo), Renan Oliveira (Marcel, 23’/2ºT) e Lincoln; Everton Costa e Anderson Aquino (Everton Ribeiro, intervalo). Técnico: Marcelo Oliveira.