banner

Assaltantes de joalherias no Brasil são presos em Mato Grosso

247 0

24 Horas News

Dois ladrões de joias que atuavam em vários estados do Brasil presos no Estado do Paraná foram identificados pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, em assalto praticado no Estado. Os criminosos, Renato Gesser, 40 anos, conhecido por “Garcia” e Wallace Ribas, 22 anos, o “Magrão”, foram presos na última quarta-feira (04.07), por policiais do Centro de Operações Policiais (COPE), da Polícia Civil paranaense com apoio de policiais da  Polícia Civil do Estado de São Paulo.
Os dois foram capturados armados com pistolas ponto 40 e 380 e, diversas joias, quando passavam com um veiculo Prisma com placas de São José dos Pinhais pela praça de pedágio da BR-376. A dupla era procurada por cometer assaltos a joalheria na região Sul do Brasil e em São Paulo, também no Centro-Oeste.
Em Mato Grosso, os presos assaltaram uma joalheria, no centro de Rondonópolis (212 km ao Sul), no dia 13 de junho deste ano, deixando um prejuízo de mais de R$ 1 milhão. Os dois armados com pistolas automáticas surpreendendo o segurança e os proprietários e roubaram várias peças de joias em ouro. Após fazerem um limpa na loja, fugiram em uma motocicleta Honda preta, tomando destino incerto.
Os dois foram identificados pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), da Polícia Civil do município, após um trabalho minucioso de investigação realizada pelo Setor de Investigações e Análise Criminal  (SIAC), da Especializada, com auxílio do relatório de representação facial humana (retrato falado), produzido pelo investigador Auri Vieira Nascimento, do Núcleo de Pessoas Desaparecidas, Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), de Cuiabá, Núcleo de Inteligência de Rondonópolis e com o auxílio das próprias vítimas.
O roubo é investigado pelo delegado adjunto da DERF, Antonio Carlos de Araújo, que em contato com o delegado titular do Centro de Operações Especiais, de Curitiba (PR) Alexandre Macorin, descobriu que dupla foi reconhecida em assaltos realizados em três estados. Foram três crimes em São Paulo, dois no Paraná e um em Santa Catarina. Os dois assaltantes têm diversos mandados de prisão pelos Estados de Santa Catariana, Paraná e São Paulo.
Em Rondonópolis a dupla foi reconhecida pelas vítimas como sendo os mesmos autores que agiram com violência e subtraíram as joias dos mostruários. As vítimas declararam nos autos que Renato Gesser e Wallace Ribas teriam ido à Joalheria pelos  três vezes em datas anteriores ao crime.
Os policiais do Paraná acreditam que a dupla seja responsável por assaltos em Castro (02/11/2011), Laranjeiras do Sul (07/102011), Londrina (04/11/2011), Maringá (04/02/2011) e em Dourados (MS) (30/06/2011 e 05/06/2012) e na cidade de Itapeva região de Sorocaba (SP), no mês de abril deste ano.
“As investigações prosseguem no intuito de verificar se há outros participantes que serviram de apoio”, disse o delegado Antonio Carlos de Araújo, que já representou pela prisão preventiva dos autores.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Holler Box
Holler Box