Aeroporto de Nova Mutum passa a ser público e deve começar a operar voos comerciais em 20 dias

224 0
Foto: Divulgação

O Aeroporto Brigadeiro Eduardo Gomes, de Nova Mutum, passa a ser público e deve começar a operar voos comerciais em até 20 dias. O parecer favorável foi emitido pelo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta IV) e, agora, o que falta é a homologação pela Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC).

O pedido partiu da prefeitura de Mutum (238km de Cuiabá), e o trâmite faz parte do processo de homologação do aeroporto e regulamentação junto ao comando da ANAC. O parecer regulamenta, também, o uso do espaço aéreo.

Os terminais de embarque e de desembarque do aeroporto foram inaugurados em março de 2017 pela prefeitura da cidade. A pista conta com 1600 metros de comprimento, é toda pavimentada e tem 24 metros de largura.

Em janeiro deste ano, então, a prefeitura começou as tratativas com a ASTA Linhas Aéreas, para que a companhia comece a operar voos comerciais ligando Nova Mutum a Cuiabá. “Houve uma grande mobilização do comando da aeronáutica na mudança da categoria de privado para público, acreditamos que dentro de 20 dias a ANAC já terá assinalado com toda documentação para que possamos iniciar as operações de voos comerciais”, destaca o secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Mauro Manjabosco.

A Asta atua desde 1995 em Mato Grosso ofertando serviços de transporte de cargas e passageiros. Atualmente, está em dez cidades matogrossenses e deve ter sua malha ampliada para outros 10 municípios neste ano. A empresa utiliza aeronaves modelo Grand Caravan, que tem capacidade de transportar 09 passageiros e 02 tripulantes. Tem autonomia de voo de 06 horas e 30 minutos, voando a uma velocidade média de 300 KM/H.

Holler Box
Holler Box